domingo, 6 de fevereiro de 2011

My Way

Quem muito fala, quem clama a Deus em gritos não ouve o que Deus tem a dizer, não sente o sussurrar do Seu Espírito. Orar é contemplar Deus. Contemplar é meditar. Meditar é entrar em silêncio na presença do Senhor, mergulhar Nele em segredo e se entregar na confiança de que Ele sabe o que é melhor para você. É uma atitude de gratidão diante da sabedoria do Criador. Uma entrega real de fé ao Mistério.
Quando falo isso, deixo que você substitua a palavra Deus por Universo, Deusa, ou o que se encaixar melhor na sua crença, mas o que quero dizer é que o silêncio, o estar no presente, esse é o caminho para entendermos tudo o que tem para entender e nos entregarmos ao que não está ao nosso alcance.



5 comentários:

Anônimo disse...

Show de bola! amei
Sara Imad

Claudio Brites disse...

Valeu, Sarinha. E como vai você?

Tiago Araújo disse...

você tá tão místico, holístico, fodístico! muito bom mesmo. queria eu ainda ter esse dom.
beijos

Claudio Brites disse...

Meu caro, seu dom, seu mistícismo, sua porta para os meandros da não-existência se dá entre os acordes das cordas do baixo. E lá que você se depara com a explosão quântica que é tudo isso aqui. Nunca se esqueça disso. Enquanto eu me chafurdo de silêncio e questão.

Claudio Brites disse...

Meu caro, seu dom, seu mistícismo, sua porta para os meandros da não-existência se dá entre os acordes das cordas do baixo. E lá que você se depara com a explosão quântica que é tudo isso aqui. Nunca se esqueça disso. Enquanto eu me chafurdo de silêncio e questão.