terça-feira, 29 de setembro de 2009

A Editora, a confusão e o menino gordo

Estou com uma dor nas costas que está me tirando o ânimo.
Na verdade, muita coisa vem me tirando a vontade de limpar os ladrilhos.
Mas, vamos falar do que importa, ninguém quer saber do quanto pago de plano de saúde, não é?
O lançamento do AlterEgo foi um estouro. Caixas e caixas de livros esvaziadas. Um sucesso! (Tirando as críticas negativas em relação ao meu conto, para compensar os elogios ao outro que publiquei no Território V).
Agora, já começo a trabalhar no Galeria do Sobrenatural, recebi hoje os textos enviados pelo Silvio Alexandre.
E mesmo com dois textos ficcionais para entregar, as leituras e trabalhos do mestrado e a insanidade de pegar mais projetos do que meus dedos permitem, eu ainda arranjo um tempinho para ler por diversão e fujo hora ou outra para O Prédio o Tédio e o Menino Cego, do Santiago Nazarian, que está remoendo os meus fantasmas, mas depois digo o motivo; e também para o A Espinha Dorsal da Memória, do Bráulio Tavares, que já está na lista dos meus escritores favoritos, o conto Sympathy for the Devil é uma das coisas mais saborosas que já li.
Fiquem atentos ao blogue dos Escritores de Segunda e ao Fim do Mundo, sim, logo logo...
PS: a capa do Galeria para vocês...

2 comentários:

Laura Fuentes disse...

Cuide das suas costas...RPG nelas!
Quanto aos dedos, eles estão bem, criando maravilhas.

Andre disse...

Isso... RPG nelas !