sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Eu saio da vida pela porta dos fundos. Nos vemos na anti-matéria.

3 comentários:

Laura Fuentes disse...

A porta dos fundos é serventia da casa. E pode ser muito nobre.

gui disse...

Ai, que susto, parecia um poema-pílula de suicídio.

Brontops Baruq disse...

Antes pela porta dos fundos que pela janela. Ou não?